Páginas

Sinopse:
Verão de 1954.
O U.S. Marshal Teddy Daniels chegou a Shutter Island, local onde está instalado o Ashecliffe Hospital, uma instituição psiquiátrica destinada a loucos criminosos. Juntamente com o seu parceiro, Chuck Aule, inicia a busca de uma paciente que conseguiu fugir, uma assassina chamada Rachel Solando, quando a ilha é atingida por uma furacão.
Mas nada no Ashecliffe Hospital é aquilo que parece.
E Teddy Daniels também não.
Está ali para encontrar uma paciente desaparecida? Ou foi enviado com a missão de investigar os rumores que correm a respeito da abordagem radical à psiquiatria que é praticada em Ashecliffe? Uma abordagem que talvez inclua drogas experimentais, horríveis intervenções cirúrgicas e contra-medidas letais às lavagens ao cérebro feitas pelos soviéticos...
Ou haverá uma outra razão, mais pessoal, para a sua presença?
À medida que a investigação avança, aumenta o número de perguntas.
Como conseguiu uma mulher descalça fugir de um quarto fechado à chave, numa ilha?
Quem anda a deixar pistas sob a forma de códigos?
Porque é que não há registo de um paciente ali internado há apenas um ano?
O que é que se passa verdadeiramente na Enfermaria C?
Por que razão está um farol deserto rodeado por uma vedação electrificada e guardas armados?
Quanto mais Teddy e Chuck se aproximam da verdade, mais ela lhes foge, e mais eles começam a acreditar que podem nunca conseguir sair de Shutter Island.
Porque alguém anda a tentar levá-los à loucura...


A minha opinião:
Este é o segundo livro que leio deste autor e o homem simplesmente não desilude de nenhuma maneira. Este livro é simplesmente genial. Com um registo bem diferente do "A caminho das trevas" e com uma carga psicológica bem densa e muito mais profunda, a leitura destas páginas surpreende a cada passo e é impossível pousá-lo por mais do que uma mera meia hora.
Nas primeiras páginas acompanhamos os dois Marshals Teddy Daniels e Chuck Aule no desembarque numa ilha no Massachusetts em que a única estrutura que lá existe é uma prisão/hospital psiquiátrico destinado a abrigar os piores criminosos com doenças mentais que se possa imaginar. Os dois US Marshals foram convocados a ir àquela ilha para descobrirem como é que uma doente conseguiu fugir de uma instituição que é uma autêntica fortaleza e qual o seu paradeiro.
O problema surge quando os dois detectives vêem todo o seu trabalho questionado e com constantes barreiras levantadas pelos próprios habitantes da ilha.
Um livro excelente que verei, em breve, a sua adaptação para o cinema.







A acção decorre em 1954, quando dois agentes do departamento de justiça dos EUA investigam o desaparecimento de uma paciente de um hospital para loucos homicidas numa ilha de Massachusetts. Só que no próprio local percebem que há na ilha um outro prisioneiro, mas desconhecido, e que eles estão a ser continuamente enganados por toda a gente, situação agravada por um furacão que os deixa presos no local.

Estreia nacional: 25 de Fevereiro de 2010
Título Original: Shutter Island
Intérpretes: Leonardo DiCaprio, Mark Ruffalo, Ben Kingsley, Emily Mortimer, Michelle Williams, Max von Sydow, Jackie Earle Haley
Realização: Martin Scorsese

9/10
Lido a 9 de Janeiro de 2010

3 comentários

Jojo disse...

Quero muito ler este livro antes ver o filme. Nunca li nada deste autor mas desde que soube que Martin Scorcese irá adaptar esta obra fiquei com ontade de o conhecer.

Bjinhos*

Miar à chuva disse...

Olá Jojo,
Vais ver que não te arrependerás ;)
Bjinhos e obrigada pela visita e pelo comentário.
Sandra

ThayFreir disse...

Agora vc me deixou curiosa..rsrs.. tb quero ler antes do filme.. bjoos

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger