Páginas


Sinopse:
Na cidade de Coventry, no norte da Califórnia, dois irmãos adolescentes vão passear num bosque, mas só um regressa. Ninguém sabe o que aconteceu a Josh, um rapaz de quinze anos incrivelmente dotado para a fotografia, até que, vinte anos mais tarde, o irmão mais velho, Oren, agora um ex-investigador criminal do Exército, regressa a Coventry pela primeira vez em muitos anos.
Na madrugada do seu regresso, ouve um barulho no alpendre. Caído à porta de casa está o osso de um maxilar humano, com os dentes ainda intactos. E o pai diz-lhe que já não é o primeiro. Já ali apareceram outros ossos. Josh está finalmente a voltar a casa... osso a osso.

Valendo-se de todos os seus conhecimentos como investigador, Oren decide resolver o mistério do homicídio do irmão, mas Coventry é uma cidade cheia de segredos. Entre os que têm segredos a esconder está a governanta, com um passado que ninguém conhece; o misterioso ex-polícia de Los Angeles; a mulher a quem chamam o monstro da cidade e, não menos importante, o próprio Oren. Mas o maior segredo é o do seu irmão, que nas suas fotos captara muito do que os habitantes de Coventry ciosamente escondiam, e só ao desvendá-lo Oren descobre a verdade que os assombrou a todos durante vinte anos.


A minha opinião:
Já tinha lido à uns anos atrás um outro livro desta autora - "O Oráculo de Mallory" - e já conhecia este estilo enganador e perspicaz de escrita que parece lento e com um desenvolvimento gradual mas que a páginas tantas nos vemos enredados na história de tal maneira que nos vemos confrontados com montes de dúvidas e perguntas que precisam de resposta. Este livro não é excepção, e além disso tem um ritmo mais rápido que o anterior que li.


O que me seduziu neste livro foi a sensação sempre presente de que todas as personagens das principais às secundárias tinham algo a esconder, um segredo do passado cuja revelação poderia destruí-los. A falsa ingenuidade, calma e sensatez de algumas personagens enganou-me bem e vi-me a mudar de suspeito mais para o final do livro.
Cada personagem tem uma profundidade e um carácter de tal maneira real que me esqueci de que estava a ler um livro e dava por mim a devorar as páginas como se de um filme se tratasse. Sem dúvida que na criação de ambientes e personagens esta autora é mestre.


Tudo começa quando a ovelha negra da cidade volta. Oren Hobbs não é visto à mais de 20 anos e não se pode dizer que seja bem-vindo, bem pelo contrário.
A vinda de Oren remexe em feridas antigas e segredos bem guardados, levantando um pó que ninguém quer limpar ou sequer ver que existe.
Desde o primeiro dia que há alguém que é extremamente simpático com Oren, alguém que foge dele literalmente, alguém que se recusa a apenas olhar para ele, alguém que o ama e protege, alguém que tenta, de forma descarada, matá-lo. E isto apenas nos primeiros capítulos. Adiciona-se a isto uns ossos humanos que continuam teimosamente a aparecer à porta do pai de Oren e do desaparecido Josh Hobbs e temos um livro que nos agarra e não nos larga.


Desvendar um pouco que seja seria destruir o prazer de futuros leitores, uma vez que grande parte do prazer que se retira deste livro é com os chamados "elementos surpresa". Assim deixo apenas a certeza de que é um livro muito, muito bem escrito e que me deu muitas horas de prazer puro.
Recomenda-se.


8/10
Lido a 23 de Junho de 2010

2 comentários

Laelany disse...

Fiquei curiosa com o livro.
Beijinhos!

Carla disse...

Queria aproveitar para divulgar o meu bloog que se chama atmosfera dos livros.

Lá vou sortear todas as semanas um ou dois livros da minha biblioteca pessoal, livros esses que tenho repetidos mas que ou não têm nada escrito, refiro-me ao meu nome claro, ou só têm é somente o meu nome, local e data. Julgo de grátis não pode ser melhor...

PARTICIPEM VALE APENA...

Espero que não te importes de divulgar aqui neste cantinho a atmosfera dos livros.

Desde já fico muito grata pela tua atenção e dos demais.

;)BOAS LEITURAS;)

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger