Páginas

Sinopse:
Shannon Bodine é uma talentosa ilustradora numa das mais prestigiadas agências de publicidade de Nova York. Mas a sua vida dá uma reviravolta quando descobre a identidade do seu verdadeiro pai: Thomas Concannon. Respeitando a última vontade da falecida mãe, Shannon ganha coragem e viaja até à distante Irlanda. Mas quando lá chega, a sua solidão e vergonha desaparecem na alegria da família que ela nem sabia existir. E na linda paisagem irlandesa, impregnada de lenda e misticismo, Shannon descobre finalmente a possibilidade de um amor que estava predestinado. Herança de Vergonha continua a história das irmãs Concannon, mulheres dos nossos dias, ligadas pelo espírito intemporal da sua terra.


A minha opinião:
Shannon Bodine enfrenta um momento terrível na sua vida. Um momento de perda e dor que nada acalma. A sua mãe, doente terminal, confessa-lhe que o homem que Shannon sempre conheceu como seu pai não o é na verdade. Além da confusão e sofrimento que tal confissão lhe provoca, Shannon ainda tem de lidar com o facto de esta confissão ter aparecido nos últimos momentos de vida da sua mãe, o que levou a que estes fossem preenchidas com palavras dolorosas.
A tudo isto, Shannon ainda tem de lidar com um detective que lhe diz que a família paterna a quer conhecer. Ninguém, com coração, consegue ser insensível ao percurso sentimental desta personagem que fiquei a gostar bastante. Adiciona-se a isto o facto de o adorável Murphy Muldoon, o qual foi irresistível nos 1º e 2º volumes, completar o par romântico, então posso mesmo dizer que ler este livro foi um prazer. Um prazer simples, sem exigências, leve e fresco.
E é desta forma que concluo a minha primeira trilogia desta autora.
7,5/10
Lido a 29 de Fevereiro de 2009

7 comentários

Débora Lauton disse...

Eu gostei dessa trilogia... mas o segundo livro, na minha opinião, foi o melhor...
A capa daqui é mais feia... :(

beijos,
Dé...

N & B disse...

Eu adorei este trilogia especialmente este terceiro.
Beijinhos

Miar à chuva disse...

Olá Débora :)
Também gostei desta trilogia. Três mulheres com percursos de vida bem diferentes mas com muito em comum. Muito bom.

Olá N&B
Desta trilogia gostei mais do primeiro. Aquela personagem principal feminina tempestuosa que muitos sorrisos me arrancou.
Mas o que tornou especial este 3º acho mesmo que foi o Murphy. Era mesmo um homem muito especial.

Obrigada às duas pelos comentários.
Sandra

Laelany disse...

Olá!

Tens um selinho muito doce à tua espera no Chá da Meia-Noite ;)

Catarina disse...

Olá Sandra. Pois tu também não me deves conhecer de lado nenhum :P Mas já venho a seguir há algum tempo. Tens um selo à tua espera no meu canto.

Páginas Desfolhadas disse...

Olá Sandra:

Tens um miminho à espera no Páginas Desfolhadas!

Boas Leituras!

Catarina disse...

Olá Sandra.

Tens outro vício à tua espera no Ao Ler o Livro.

Ri-te!

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger