Páginas


Sinopse:
Da autora de maior destaque da lista de best-sellers do New York Times, chega-nos o segundo romance da trilogia NO JARDIM. Três mulheres terão de descobrir os segredos do passado que habitam a sua histórica casa...

Rosalind Harper é uma mulher capaz de enfrentar qualquer situação. Viúva, com três filhos, resistiu a um segundo casamento desastroso e empreendeu o seu centro de jardinagem No Jardim, um símbolo de esperança e independência para ela e para as duas amigas que aí trabalham.

Mas Roz enfrenta um novo desafio e conta com a ajuda do dr. Mitchell Carnegie, contratado para investigar a identidade da Noiva Harper. Só que a imprevisível aparição parece determinada a destruir a única pessoa que a poderá ajudar a descansar em paz.


A minha opinião:
Neste segundo livro da trilogia No jardim, o ambiente é o mesmo, mas desta vez o centro da estória situa-se na dona do centro de jardinagem e da mansão - Rosalind Harper.
Com a ajuda do dr Mitchell Carnegie, Roz tenta descobrir a verdadeira história por detrás do fantasma da noiva Harper e qual a razão de tais aparições estarem a tornar-se cada vez mais violentas e com consequências graves, após quase um século da primeira vez que surgiu.
Com muita luta pessoal e mesmo social, acompanhamos as tentativas de Roz para deslindar este mistério. Uma procura que poderá ter consequências catastróficas para si, para a sua família, causando uma valente alteração na sua identidade enquanto herdeira da herança Harper.

Um livro algo interessante mas que a páginas tantas tornou-se enfadonho e um "encher de chouriças" autêntico. Apesar dos actos violentos da noiva Harper tornarem as coisas menos cansativas, achei que a autora podia ter feito bem melhor.
Como é que uma personagem sólida, psicologicamente dura e fria (devido aos muitos percalços a vida lhe deu) se derreteria tão facilmente nos braços de um homem do qual ela nada sabe, apenas que por causa de um longo historial de alcoolismo destruiu o seu anterior casamento? Soou-me forçado e irreal.
Esta autora consegue fazer bem melhor do que isto, mantendo a coerência da estrutura quer das personagens, quer da estória em si.

Para ler em breve o terceiro e último volume desta trilogia que promete ser bem melhor do que este (I hope...).

4/10
Lido a 16 de Julho de 2010

2 comentários

B. disse...

Olá Sandra!

Ando com vontade de voltar a ler algo desta autora, assim do tipo refrescante, como O Recife...

Mas este livro pela tua opinião não será a melhor opção...
Aconselhas-me algum em particular?

bjinhs

Miar à chuva disse...

Olá B.
Dos poucos que li desta autora gostei bastante do "Lua de sangue" e adorei o "Uma pousada no fim do rio" que até agora achei o melhor desta autora (dos que li).
Muita gente elogia muito os livros da trilogia das três irmãs.

Beijinhos e continuação de boas leituras :)

PS - Obrigada pela visita!

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger