Páginas

Sinopse:
"Escolhi o Teu Amor" é uma história envolvente sobre uma mulher na encruzilhada da vida e das emoções e sobre as razões que, por um lado, nos fazem escolher amar quem amamos e, por outro, nos impedem de esquecer quem nos partiu o coração.

A relação de Ellen e Andy não é só aparentemente perfeita.
Eles amam-se verdadeiramente. Não há dúvidas de que a sua relação é repleta de entrega e devoção mútuas.
Até que um dia acidentalmente, Ellen cruza-se com Leo, o ex-namorado com quem manteve uma relação problemática e obsessiva; o mesmo homem que um dia, sem explicação, a deixou e lhe despedaçou o coração.Leo, que Ellen nunca esqueceu e que, oito anos depois, reaparece por acaso e faz com que ela questione se a vida que tem é, afinal, a vida que quer e merece.



A minha opinião:
Ellen é uma mulher recém casada que considera o seu casamento como sendo simplesmente perfeito. Mas tudo muda quando inesperadamente reencontra Leo na rua. Leo... o homem que ela amou de forma intensa e a quem se entregou completamente, mas que apesar de todo o carinho e amor que ela lhe dedicou, abandonou-a oito anos antes, sem qualquer explicação.
O maior receio é que a dita perfeição que Ellen sente no seu casamento seja resultado de um comodismo. Isto assusta-a e faz com que ela duvide da sua relação com Andy, o seu marido, e analise pormenorizadamente os seus sentimentos em relação a Leo.

A estória é contada pela própria Ellen, o que já de si é uma mais valia. Só assim conseguimos compreender o conflito de emoções pelo qual ela passa.
Sou uma leitora que se rende a todos os romances que sejam próximos da realidade. Que me permitam visualizar isso a acontecer a uma pessoa de carne e osso, e ao mesmo tempo mexa com os meus próprios sentimentos, não me deixando indiferente. Este é um desses livros.
Acho que a autora conseguiu transmitir o essencial usando uma linguagem simples, leve e acessível. E falando do mundo sentimental, nem sempre os autores conseguem fazê-lo da melhor maneira.
Resumidamente, este é um romance bonito sobre relações e as escolhas que estas envolvem e que, apesar de simples, envolve o leitor fazendo com que este reflita sobre o que está a ler. Afinal, não é esta uma das principais razões por que lemos?
7/10
Lido a 30 de Julho de 2009

3 comentários

Marta disse...

Ola Paula

Aqui esta um livrinho que já peguei varias vezes para adquirir, mas devolvi sempre à prateleira. Da próxima vez não me vai escapar.

Já começo a concordar contigo, depois de ter o blogue a lista de livrinhos a adquirir aumenta a olhos vistos.

Beijinho e boas leituras

Miar à chuva disse...

Olá Marta,
Eu não sou Paula mas sim Sandra ;-)
Quanto ao livro, é bastante bom. Da próxima vez compra-o ou pede emprestado. vais ver que não te arrependerás.
Obrigada pela visita.

Hérida Ruyz disse...

Olá! Adorei o seu blog.
Também sou apaixonada por livros e ababei de montar um blog, quando tiver tempo venha me fazer uma vizita.
Já aderi ao seu blog OK?!
beijos

www.lendo-entrelinhas.blogspot.com

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger