Páginas

Sinopse:
Holly Golighly é mais do que uma boneca de luxo. Deslumbrante, espirituosa e ternamente vulnerável, inquietando as vidas dos que com ela se cruzam, é retratada por Truman Capote em Breakfast at Tiffany’s (Boneca de Luxo), um romance tocante e singelo sobre a amizade, que constitui uma autêntica história de sedução.
Verdadeiro clássico da literatura americana contemporânea, nele se inspirou Blake Edwards para o filme homónimo protagonizado por Audrey Hepburn.


A minha opinião:
As linhas mestras desta história já eu conhecia através do filme, mas que a leitura deste livro me surpreendeu e desiludiu um pouco, isso foi.
Existem diferenças entre o que é retratado no livro e o que aparece no filme. O filme é infinitamente mais idealista, mais romântico. O livro é directo ao assunto, com poucos romantismos e sem qualquer ideais sobre o amor, a sinceridade na relação, o materialismo, a ganância ou algo belo e etéreo.
Esta leitura valeu pela surpresa e pelo meu enriquecimento pessoal, mas admito que gosto muito mais da adaptação feita no filme com a incomparável Audrey Hepburn.




Ao ler o livro confesso que senti a falta da magia que esta encantadora mulher emprestou à adaptação cinematográfica:


5,5/10
Lido a 24 de Julho de 2009

4 comentários

Migalhas disse...

Não li o livro, mas adorei o filme... Aliás, a Audrey Hepburn trazia magia a qualquer filme, uma grande senhora do cinema, sem dúvida :)

Miar à chuva disse...

:-)
Sem dúvida que a sra Hepburn deu uma outra dimensão a esta personagem - tornou-a infinitamente mais encantadora.
Obrigada pela visita.

Paula disse...

Costuma ser o contrário. Estou a ver que tenho de ver o filme.
Abraços!

Miar à chuva disse...

É! Quase sempre gosto muito mais do livro do que da sua adaptação para filme. Este é uma das raríssimas excepções!
Obrigada pela visita Paula :-)

Layout por Maryana Sales - Tecnologia Blogger